Total de visualizações

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Foi assim:

Desci do taxi e esqueci a carteira dentro dele. Depois disso, quebrei o salto e torci o pé.
Dai fui procurar as chaves pra abrir a porta de casa e não encontrei. Pulei o muro, quebrei a janela... Deitei e vi tudo girar.
Não foi um sonho. Nem uma noite comum de sexta-feira. Foi você, entrando na minha vida.
Você, um carro em alta velocidade. E eu, a vespa esmagada no pára-brisa.
Impacto breve, de paralisia.
Mas eu ria. Encontrei fôlego, após um mergulho profundo em águas rasas com pessoas vazias.
Morte lenta. Que me iludia.

(...)



Lara Lii

Nenhum comentário:

Postar um comentário