Total de visualizações

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Não existem caminhos sem acidentes.
Não existem vidas, sem acidentes.
Não existem amores, sem acidentes.
Não existe absolutamente nada, por acidente.
Nada e tudo, são a mesma coisa. Nos levam ao mesmo lugar...
Nos carregam no colo, pra dentro de nós mesmos. Todavia, precisamos entender e respeitar o tempo do tempo. Pois sim, ele também tem o tempo dele. E por hora, devemos segui-lo. Andar no mesmo ritmo pra não desandar (...)


Lara Lii

Nenhum comentário:

Postar um comentário